Em busca de proporcionar aos clientes uma experiência de compra assertiva, diferenciada e capaz de gerar fidelização, as empresas têm apostado em ações inovadoras, capazes de ressaltar ainda mais a percepção de valor quanto ao nível de serviço prestado.

De acordo com o estudo Total Retail 2017, o comportamento do consumidor revela, atualmente, três principais ações antes de realizar uma compra, entre elas a busca por oportunidades. Assim, podemos dizer que estratégias como campanhas de fidelidade, cupons de desconto e cashback ganham maior relevância no e-commerce.

Mas o que é cashback?

Basicamente, o termo cashback significa “dinheiro de volta”, e é de fato o que ocorre quando uma compra é realizada mediante  cadastro e acesso via app ou site das empresas especializadas nesse tipo de serviço.

Nesse ciclo de compra, todos saem ganhando: a loja consegue atrair mais consumidores para seu site, a empresa de cashback ganha uma comissão por direcionar clientes ao e-commerce parceiro e o consumidor, por sua vez, realiza suas compras com a garantia de receberá de volta um percentual do preço pago em sua compra.

Segundo a Méliuz, plataforma especializada em cashback, o brasileiro ainda tem dificuldade em acreditar na devolução de dinheiro sem aumento de preço ou outras práticas, como as tradicionais “letras miúdas” em contratos, por exemplo. Contudo, com a expansão desse tipo de serviço por todo o país, a desconfiança tende a diminuir constantemente, inclusive com a força dos depoimentos e avaliações de quem já vivenciou a experiência de comprar e receber de volta parte do valor pago.